Rui Cruz

Follow

Administrador na Tugaleaks e Hackers Portugal

4 Jun 2018

Onde é que posso ganhar mais (e melhor) em IT?

jobs it

O mundo das tecnologias de informação (information technologies, IT) está em grande expansão. Uma nova linguagem de programação emergente e há uma nova procura de profissionais responsáveis. Mas como saber qual a área com maior necessidade, e quanto se ganha?

Nove e meia da manhã. Site Net-Empregos. Procuram-se anúncios. Programador Web, full stack developer, React ninja, JavaScript wizard. As empresas variam, mas há algumas repetitivas. Algumas são empresas de trabalho temporário, que te ficam com boa parte do salário. Se queres ganhar bem, opta por não fazeres isto.

Informa-te bem sobre a empresa em questão para a qual te estás a candidatar. Se tens interesse em trabalhar numa Startup, no nosso artigo/entrevista Talkdesk | Como é ser Developer Numa Startup de Topo. Vais descobrir tudo sobre esta empresa e algumas dicas para te preparares para a entrevista.

Esta foi a primeira dica de uma série de pessoas com quem falei. Nenhuma quer dar a cara. Porquê? Porque estão diariamente a lidar com contratações para a área de IT e não só. As empresas não gostam que quem lá trabalha partilhe “o ingrediente secreto”, mas sabe-se que para um aumento do valor de um ordenado em IT o que conta é a escassez de recursos. Exemplo disso são os sysadmins e devops, pois existem poucos em Portugal.

Os números - Show me the Money



De acordo com o Dinheiro Vivo, um Diretor de Sistemas de Informação recebe no mínimo 49.000EUR/ano em Lisboa e 37.000EUR/ano no Porto. Já um Diretor de Desenvolvimento recebe no mínimo 42.000EUR/ano em Lisboa e 35.000EUR/ano no Porto bem como o Arquiteto de Sistemas de Informação que recebe o mesmo valor. Estes são valores brutos e mínimos com contração direta.

Comparando os nossos salários com os dos Estados Unidos, um Diretor de Sistemas de Informação recebe em média 110.000USD (cerca de 93.000EUR). Em geral, os salários aumentam para o dobro em todos os casos. Os dados da PsyScale podem ser influenciados com base no mercado, já que muitas empresas em Portugal de médio porte preferem muitas das vezes fazer outsourcing do produto “chave na mão” a empresas estrangeiras.

Ainda em termos de aumento de salário, o Course Report adianta que um bootcamper consegue um aumento de salário no estrangeiro com um aumento médio de 51%. Estes são dados de um estudo que demonstra que como um bootcamp se foca no conhecimento que um empregador procura, um bootcamper tem 17% mais probabilidade de se empregar a full time pelo conhecimento adquirido.

Aproveita e conhece a história do André Santos, Bartolomeu Rodriguês e do Hugo Alves. 3 pessoas que entraram em 3 Bootcamps diferentes existentes cá em Portugal.

Em 2015, um informático recebia entre 35.000EUR a 55.000EUR por ano, embora este valor seja uma diferença inerente à escassez de recursos e à procura do mercado na altura.

Se estás indeciso com estes números, podes sempre utilizar a calculadora do Hayx e saber se o teu ordenado é justo.

Em declarações publicadas no ano passado no site Pplware, João Santos da Michael Page disse que “atualmente os perfis de engenharia têm todos muita procura e de acordo com a nossa consultoria, distribuiria esta procura em 25% manutenção, 25% engenheiros de processo, 20% supervisores de produção e a restante percentagem distribuída pelas áreas de qualidade, logística e produto. Desde novembro de 2016 a procura quase duplicou, fazendo aumentar também os salários em cerca de 15%”.

Os números são confusos e talvez contraditórios, mas há ainda outros fatores: a empresa (pois algumas pagam mais do que outras), o setor do “end user” para o qual trabalhas, a tua experiência, se és um técnico ou um licenciado, etc.

Ranking the empregos

Salaries ranking

A Visão teve acesso ao Guia do Mercado Laboral 2017 da Hays, exclusivo para empresas, e destacou as categorias dentro das IT que estavam em subida no ano passado, bem como os seus salários mensais:

- Programador: 1.900EUR a 3.000EUR por mês
- Mobile Developer: 1.800EUR a 2.707EUR por mês
- Especialista em Segurança: 1.900EUR a 3.500EUR
- Especialista em Big Data e Machine Learning: 2.050EUR a 2.321EUR

Existem ainda outras profissões de IT com valores de referência mensais: Quality Assurance ganha a partir de 867EUR, Web Developer desde 788EUR, Front End Developer com um mínimo de 774EUR, Engenheiro DevOps com um simpático valor a partir de 2071EUR e Data Scientist a partir de 1000EUR.

No mesmo relatório, as profissões cuja procura teve mais queda foram o Tester Funcional, o Engenheiro de Telecomunicações e o Hardware Developer.

Valores internacionais

world numbers

Se fizermos um ranking das mais conhecidas profissões em IT mundialmente por salário anual em dólares:

1. Senior AI / Machine learning (500k - 1M+)
2. Big Data Engineer (124-137k)
3. Machine Learning Engineer (121k - 135k)
4. Senior Data Scientist (130-141K)
5. Dev Ops (123k-138k)
6. Data Scientist (120-130k)
7. Security Engineer (100-138k)
8. Blockchain engineer (80-130k)
9. Senior software developer (116-121k)
10. VR engineer (98-104k)
11. Software Engineer (98-104k)
12. Full Stack Developer (80-120k)
13. Mobile developer (70-87k)
14. Web Developer(70-80k)
15. Junior Developer (50-66k)

Números retirados de plataformas como Indeed e Glassdoor, que lidam com centenas de milhares de job offers.

Nunca é de mais relembrar que isto são valores de referência para os USA, valores europeus ou portugueses podem cair para 50% desses valores. É interessante, contudo, analisar o peso relativo entre cada área.

Neste artigo não vamos aprofundar esse tema, mas o salário por si não é o único indicador que deve ser posto em cima da mesa nestas análises. Custo de vida nos países, sistemas sociais, etc, são tudo condicionantes a ter em conta. Para mais informação podes aceder a este link do Quora.

Se queres ter uma ideia da loucura que está o mercado em AI/machine learning visita este artigo.

Onde procurar?

search job

Se para o CEO do Linkedin habilidades valem mais do que diplomas, tens que saber também como enaltecer o que já fizeste. Um CV, um site engraçado, um vídeo, o importante, de acordo com os “gurus da contratação”, é impressionar. Se colocares em perspetiva um CV EuroPass ou um vídeo à procura de emprego, qual seria a melhor aposta?

O site IT Jobs tem várias ofertas diárias de empresas à procura de pessoal das IT para trabalhar, onde raramente aparecem empresas de trabalho temporário. O Hays também tem uma secção dedicada a tecnologias de informação e se algum dia te ligarem da Robert Walters porque “ouviram falar de ti” considera-te um profissional com muita sorte.

Se procuras trabalho remoto no estrangeiro, sites como o Freelancer são para esquecer. Com o nível de vida em Portugal, não consegues competir com algumas ofertas vindas de países onde a oferta é mais baixa. A maioria dos trabalhos remotos é listada no RemoteOK, um site de IT para empresas que aceitam trabalho remoto.

Se chegares à entrevista, é preciso uma prévia preparação para saberem quem tu és e como tu és. Tem em consideração que deves ter uma ideia das respostas a dar sobre estas (e outras) perguntas:

- que sites tecnológicos segues?
- como te manténs atualizado na indústria?
- qual foi o projeto mais ambicioso que já fizeste?
- que ferramentas usas para X ou Y?
- já conseguiste em algum momento ultrapassar pela positiva os requisitos mínimos iniciais de um projeto?

Em resumo…

O trabalho que paga mais é o que menos pessoas fazem. Especializa-te, investe na tua formação e na tua experiência. Procura sempre contratos diretos com empresas e sabe sempre distinguir-te dentro da tua especialidade, num mercado cada vez mais competitivo.


Bootcamp Programação

Full-Stack Developer

Lisboa | 1 Março 2019

Depois de fazeres o nosso bootcamp de programação um jedi ao pé de ti será uma criança! Descobre como em 24 semanas podes tornar um full stack developer.

Bootcamp Programação
Fullstack Developer

Lisboa | 1 Março 2019

Depois de fazeres o nosso curso de programação um jedi ao pé de ti será uma criança! Descobre como em 24 semanas te tornas um full stack developer.

saber mais